14/12/13

Bè-a-bá do banho


Segure o bebé, apoiando a nuca na dobra do seu cotovelo e colocando a sua mão na axila. 
Mergulhe-o devagar na água. Os bebés arrefecem muito rapidamente, por isso o contacto com a água deve ser breve. Comece por lavar e enxaguar a cabeça e continue para a face, tronco, membros e área genital.
Vire-o de costas e apoie o tronco no seu antebraço, voltando a segurar a axila com a mão. Termine a limpeza corporal e antes de retirar o bebé da banheira passe uma toalhinha em todo o corpo, para retirar eventuais resíduos de produto de limpeza.
Envolva o bebé com uma toalha ou roupão suave e seque a pele com pequenos toques. Atenção às pregas do pescoço, axilas, ângulo interior dos joelhos, área genital e espaços entre os dedos das mãos e dos pés.
Se for necessário, e aproveitando que estão moles, corte as unhas. Se estiver muito inquieto, espere pela próxima sesta.
Limpe o exterior do nariz com uma compressa embebida em soro fisiológico. Pegue noutra compressa com soro e inicie a limpeza dos olhos, no sentido orelha- nariz, já que este movimento evita que sujidades e microrganismos presentes no canal lacrimal sejam arrastados para a pupila ou o interior do olho. Nunca use a mesma compressa nos dois olhos.
Os cotonetes são proibidos nos ouvidos. Limpe apenas a parte exterior da orelha, com uma compressa embebida em soro. E preferível que a cera visível na entrada do canal auditivo saia naturalmente